Guia fotográfico: Dicas para tirar fotos de forma profissional

Deseja produzir conteúdo profissional para redes sociais ou se tornar um fotógrafo profissional? Conheça quais as dicas para tirar fotos de forma profissional, aqui neste artigo. 

A fotografia é um passatempo popular entre pessoas de todas as idades e em todo o mundo. É também uma das habilidades essenciais se você deseja se tornar um influenciador reconhecido, ou talvez possa ser muito útil para complementar e melhorar seu conteúdo em seu trabalho como fotógrafo, especialista em marketing, gerente de comunidade, mídia social ou ter uma marca em responsável pelas redes sociais, realizar ensaio newborn em São Paulo, ensaio de casamento, etc. O que é ideal se você quiser evitar sempre usar fotos de bancos de imagens.

Portanto, o uso da fotografia pode ser muito diversificado. Mas, o crucial em qualquer projeto é tirar as melhores fotos que valham a pena compartilhar. Tanto é que para se conseguir um bom resultado nas fotos é necessário o uso de certas técnicas ou ferramentas especiais. Por isso, apresentamos as melhores dicas para tirar fotos de forma profissional.

Dicas para tirar fotos de forma profissional

Saiba como tirar as melhores fotos, mesmo com a câmera do seu smartphone:

1. A regra dos terços 

Começamos com a primeira das 10 dicas para tirar fotos de maneira profissional. Essa é uma regra muito simples que, apesar disso, pode fazer uma grande diferença na hora de produzir suas fotos. É também uma das regras cruciais quando se trata de fazer composições fotográficas, já que grande parte da harmonia nas fotos depende disso.

Nesse sentido, a regra dos terços consiste em dividir a tela do seu aparelho em 9 partes iguais. Isso pode ser feito de forma imaginativa ou usando a opção de grade da câmera. Desta forma, a divisão será feita por 2 linhas horizontais e 2 linhas verticais que dão origem a 9 quadrados iguais. 

Dentro desta divisão, você deve colocar o objetivo ou elementos importantes da foto. Pode ser ao longo das linhas ou em qualquer um dos 4 pontos ou intersecções onde se encontram, visto que são estes os pontos focais da fotografia.

Quando você tira uma foto e usa essa regra dos três terços para compor, está conseguindo colocar pontos de interesse para destaque. Você pode ainda aproveitar mais de um ponto para acomodar seus elementos na foto, sempre levando em consideração sua localização e seus critérios pessoais. 

Isso leva você a obter resultados mais cativantes e equilibrados, com imagens que são muito atraentes à vista e que têm aquele estilo profissional que você procura.

2. Adapte-se ao ambiente 

Nem sempre você tem as condições perfeitas para tirar uma fotografia, às vezes as cores e as luzes mudam rapidamente ou somem. Além disso, quando você opta por fotografar um determinado item, deve ter um olhar atento para perceber os detalhes do ambiente que podem interferir em suas fotos. Ressaltamos isso, pois não é a mesma coisa tirar foto de uma pessoa no meio de uma multidão, do que fazê-lo sozinho em uma paisagem natural ou em uma cidade que apresenta uma determinada estrutura.

Quando você pensa em tirar uma fotografia, deve levar em consideração o que você está procurando expressar, de que forma você poderia fazer isso e quais recursos do seu ambiente você pode incluir nela. Isso é importante porque a diferença entre uma boa foto e uma que não se destaca é a diferença entre ser meticuloso na escolha dos principais elementos localizados em um cenário estratégico ou deixar essa escolha ao acaso. 

Portanto, deve-se tentar encontrar cenários os mais homogêneos possíveis, pouco sobrecarregados e com o mínimo de interferência de outros elementos externos à composição da foto.

Da mesma forma, você também pode levar em consideração elementos como a cor com base em sua localização na roda de cores. Por um lado, cores próximas, de mesma tonalidade ou amplitude, trazem harmonia à composição. Já no caso das cores opostas, estas criam um contraste marcante na composição fotográfica. Em ambos os casos, os detalhes serão destacados usando diferentes efeitos de tonalidade e força através das cores.

3. Lente correta 

No mundo da fotografia, mesmo um fotógrafo experiente pode ter dificuldade em explicar as diferenças e funções de cada lente de câmera removível, neste caso DSLRs ou câmeras Reflex. No entanto, saber mais sobre os usos, estabilização, abertura e distâncias focais das lentes pode ajudá-lo a tirar proveito de suas qualidades particulares para as situações indicadas. Assim, você encontrará a maneira certa de produzir fotos melhores.

Principalmente, existem dois tipos de lentes: lentes de zoom, que têm distâncias focais variáveis; e lentes fixas, que têm uma faixa focal fixa, o que significa que você não pode aumentar ou diminuir o zoom. 

A partir daí, 6 tipos de lentes são destacados de acordo com o tamanho de sua distância focal. Por exemplo, no caso de objetivas distantes, uma lente telefoto será mais adequada, se, ao contrário, as fotos forem em um ambiente de pouca luz, as lentes de ótica fixa serão a melhor opção. Certamente pode ser um pouco confuso entender como usá-los e quando são os mais adequados. 

4. Defina a resolução para a mais alta possível

Resolução refere-se principalmente ao grau de detalhe com o qual as imagens são apreciadas. Em uma imagem digital, isso se refere aos pixels que podem ser exibidos e resulta em uma imagem nítida ou borrada. Nestes casos, depende muito das dimensões da foto. Isso significa que quanto maior a dimensão, melhor o detalhe da imagem será apreciado. Caso contrário, quanto menor for a dimensão, mais difusa será a imagem.

É por isso que é importante ter em mente que as imagens de baixa resolução são as mais difíceis de modificar na pós-produção. Além disso, você não poderá recortá-los livremente como se pudesse fazer com uma imagem de resolução mais alta. Se você tentar modificar imagens com baixa resolução, é provável que acabe estragando suas fotos. Então, nesses casos, “é melhor do que faltar”.

Por outro lado, para poder tirar as fotos, será necessário adquirir um cartão de memória com maior capacidade e alterar a configuração da sua câmera para tirar fotos no formato RAW. Este é o formato que permite manter uma qualidade de imagem superior, um tamanho maior, sem prejudicar a qualidade das suas fotos e reduzindo o ruído nas mesmas. É necessário que você mantenha um tamanho mínimo que fique entre os valores de 960 × 640 e 1280 × 720 pixels.

5. Escolha o ISO mais baixo

Normalmente as câmeras digitais disponíveis permitem que você escolha manualmente o valor ISO, de acordo com os valores que nos são convenientes. Já a escolha de um padrão ou automático pode resultar em imagens cheias de ruído. 

Em princípio, devemos saber que o ISO se refere à configuração da câmera quanto à sensibilidade do sensor à luz , ou seja, a quantidade de luz que ele pode captar. Isso significa que, ao modificar essas configurações, você pode clarear ou escurecer significativamente uma foto.

Os valores ISO nas fotos dependem da câmera que você usa. Os valores disponíveis geralmente variam de 100 (ISO baixo), 200, 400, 800, 1600, 3200 a 6400 (ISO alto). Se você optar por aumentar o valor ISO, suas fotos ficarão mais claras e também produzirão imagens muito granuladas ou com tremor. Portanto, é aconselhável aprender a iluminar uma imagem e apenas aumentar a entrada de luz quando não puder fazê-lo através de outros elementos como velocidade do obturador ou abertura.

Portanto, aconselhamos que, se você tiver um bom momento para tirar suas fotos, é melhor diminuir o ISO para o valor mais baixo possível. Isso se baseia no fato de que a sensibilidade real do sensor costuma coincidir com o menor valor ISO, ficando nesses valores é possível respeitar a qualidade das imagens. Então, seguindo essa dica você pode ter certeza de obter fotos melhores, sem ruídos e com cores muito mais vivas.

Confira também: Ensaio newborn valor: Como definir um preço para essa sessão?

6. Aproxime- se de seus objetivos

Um grande número de fotografias é afetado por não seguir esta recomendação simples. Isso porque não é a mesma coisa aumentar o zoom de sua câmera do que se aproximar das pessoas de quem você planeja tirar fotos. Para evitar erros, é importante conhecer as noções básicas de perspectiva que se referem à dimensão dos objetos e à relação espacial entre eles.

Tanto é que a perspectiva aplicada à fotografia permite modificar e determinar a aparência da forma de um objeto, de acordo com seu tamanho e a distância que mantém em relação à câmera. Isso está relacionado principalmente à forma como o fotógrafo vê os objetos dentro do enquadramento, dependendo da posição em que se posiciona para tirar suas fotos. Com base nisso, uma fotografia pode mudar muito, dependendo do ângulo ou distância que você escolher para tirar a captura.

Recomendamos que você seja intrépido e se aproxime da pessoa ou objeto que deseja fotografar. Você pode fazer isso de forma prática, movendo-se a uma curta distância do objeto ou também pode usar lentes macro, com as quais você pode capturar ainda mais detalhes em fotos em close-up. 

O importante é que experimente diferentes ângulos, desde posições fechadas, dessa forma a proximidade dará uma sensação de profundidade ao que está captando e também poderá cuidar da qualidade dos detalhes.

7. O tripé deve ser seu amigo 

Você pode se perguntar se é realmente necessário usar um tripé. A resposta é que não é obrigatório, mas existem algumas situações em que usá-lo pode ser de grande ajuda. Isso porque o tripé é um estabilizador da sua câmera, ele fornece um suporte que às vezes é impossível para nós mantermos apenas com as mãos, pelo fato de que alguma vibração pode ser gerada.

É por isso que recomendamos o uso de um tripé ao tirar suas fotos, isso vai melhorar a estabilidade da câmera, o que é particularmente útil em cenários de pouca luz onde a precisão é necessária. Além disso, ao usar o tripé nesses locais, você pode garantir imagens nítidas e focar em fotos com longos tempos de exposição.

Da mesma forma, é recomendável usar um tripé quando for tirar fotos de grandes grupos de pessoas, em espaços abertos onde não queira perder nenhum detalhe das cenas de fundo. Além disso, você pode tirar vantagem disso em fotos panorâmicas ou em fotos de eventos e esportes de aventura em que você precisa manter um quadro amplo.

8. Use o flash

Muitas vezes nos deparamos com ambientes em que a luz é insuficiente ou excessiva. Diante disso, é muito importante destacar que a luz é um dos sete elementos essenciais para a fotografia. Esteja você usando uma variedade de fontes de luz, naturais ou artificiais, é crucial usar a quantidade certa e isso requer o ajuste da câmera às mudanças de luz. 

Para um fotógrafo é necessário entender qual é o papel e a influência da luz no funcionamento das câmeras e como ela dá origem à própria fotografia.

Para começar, os elementos básicos da luz são o nível e o ângulo. Por outro lado, o nível de luz modifica o grau de detalhe visível nas áreas claras ou escuras das fotos. Ou seja, se houver uma exposição a um nível de luz superior, as sombras parecerão mais escuras. Já o ângulo de luz se refere a onde a fonte de luz está localizada na foto e, portanto, determina como as sombras são distribuídas na foto.

Nesse sentido, o uso de flash também é recomendado para situações em que você considere conveniente adicionar outra fonte de luz. Quando for tirar retratos, use o flash. Mesmo se for um dia muito ensolarado, o flash ajudará a evitar que sombras apareçam no rosto da pessoa. 

O “ flash de preenchimento ” não se destina a iluminar a escuridão, mas para preencher o rosto do assunto com luz para que fique uniforme com tudo ao seu redor. Portanto, por este motivo, é importante que você saiba equilibrar os contrastes de uma cena e calcular a luz adequada para destacar os elementos da foto.

9. Não desista

Obter a foto desejada nem sempre é fácil e o número de critérios de fotografia a serem considerados são muitos. Ao mesmo tempo, você também precisa de um bom dispositivo que se adapte às suas necessidades, dependendo do destino que você der suas fotos. 

Mas, se você não tem uma câmera profissional, pode aplicar alguns truques para saber como tirar fotos profissionais com seu telefone celular. Portanto, não desanime se sua foto não estiver perfeita na primeira tentativa, você pode continuar implementando várias dicas para melhorar suas habilidades.

Da mesma forma, para implementar as principais regras e recomendações da fotografia, você deve se interessar em conhecer, pelo menos, as noções básicas como os 7 elementos que toda fotografia possui: composição, textura, profundidade, desenhos e formas, linha, luz e ponto de vista. 

Desde o conhecimento desses conceitos e passando para a produção de suas fotos, você sempre pode tomar decisões composicionais e combinações de técnicas que se adaptam ao ambiente e aos elementos que você está escolhendo para fotografar.

Caso esteja iniciando no segmento e deseje trabalhar como profissional, entre em contato com um fotógrafo experiente, a fim de oferecer o seu serviço como auxiliar. Isso vai ajudá-lo a obter mais experiência. 

Acima de tudo, lembre-se que a fotografia é uma arte que exige muita dedicação, paixão e acima de tudo prática. Depois de conhecer os truques, você também pode ser criativo e começar a combiná-los ou adaptá-los para encontrar um estilo que se torne sua marca pessoal ou toque distintivo. Não há limites ao tentar várias técnicas, as possibilidades são ilimitadas, apenas deixe sua inspiração e criatividade emergirem. Torne-se um fotógrafo profissional.